Free songs

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013

  1. Elaboração de Projetos Socioambientais

          1.1 Projeto Voçorocas do Alto Rio Grande

 Apresentado ao CEDIF Conselho estadual dos direitos difusos; aguardando confirmação de seleção.

A Bacia Hidrográfica Alto Rio Grande localizada na região do Campos das Vertentes e no sul de Minas Gerais está situada em relevos acidentados com a presença da cobertura pedológica sensível aos fenômenos erosivos (voçorocas), sendo um processo de degradação ambiental originado com a mineração do ouro no século XVIII, com o desmatamento e a ocupação desordenada do território. Foram mapeadas 798 voçorocas que ocupam uma área de 3.029 ha, indisponibilizando 0,35% do território produtivo da bacia. Cerca de 80% destas erosões estão relacionadas com estradas rurais,que potencializam o problema, aumentando os custos de manutenção das mesmas. Trata-se de um ciclo de degradação que é um dos principais fatores para a degradação dos recursos hídricos tornando-se cada vez mais difícil o acordo de interesse para uma política conservacionista na Bacia. Em Nazareno a situação é semelhante com o diferencial que o município vem enfrentando a situação desde o ano 2000 através da execução de 3 projetos, tornando-se assim referência nacional em recuperação de voçorocas com a participação comunitária. Foram recuperadas 2 voçorocas transformando-as em Parques Naturais Municipais. Uma delas, a Voçoroca do Córrego do Cravo, que também foi tombada legalmente pelo patrimônio cultural municipal, após estar totalmente vegetada foi impactada em setembro de 2012 por uma grande queimada que deflagrou novamente o processo de degradação, necessitando-se assim de uma nova intervenção e proteção mais intensiva da área para continuar recebendo visitantes de várias partes do país e inclusive do exterior.

 

OBJETIVOS

1 Recuperação Ambiental da Voçoroca do Córrego do Cravo: 5,0 hectares.

Plantio de 20.000 m2 de taludes erosivos com sementes de gramíneas e leguminosas;

Plantio de 8.000 mudas de espécies florestais nativas nas partes estáveis da voçoroca;

Implantação de 5.000 m de cercamento com alambrado ao redor da voçoroca;

Implantação de 5.000 m de aceiros junto do cercamento

Implantação de 100 m de guarda corpos nas trilhas interpretativas na voçorocas.

 

2 Diagnóstico e Cadastramento de voçorocas: 300 unidades.

Realização de 10 oficinas de mapeamento e identificação de voçorocas nas comunidades impactadas por voçorocas: 150 participantes no total e 40 horas de atividades.

 

3 Divulgação e difusão de Tecnologias Socioambientais: 06 atividades.

Realização de 02 seminários regionais;

Produção de 02 informativos impressos e digitais: tiragem 2.500 exemplares cada;

Produção de 01 home page para registro dos cadastros georreferenciados das voçorocas;

Produção de 01 livro relatório conclusivo: 500 exemplares

 

JUSTIFICATIVA

Na busca de solução para o estágio mais avançado dos processos erosivos, as voçorocas, devemos considerar que todos os atores sociais são co-responsáveis pelo conflito do recurso solo, sendo que a descentralização e comprometimento das comunidades impactadas são fundamentais para recuperação ambiental. Neste sentido o Parque Natural Municipal da Voçoroca do Córrego do Cravo é a referência das comunidades de Nazareno e da Bacia do Alto Rio Grande exemplificando a possibilidade técnica e socioambiental de promover a restauração ambiental. Assim este Projeto surgiu da mobilização da comunidade de Nazareno em ter o seu patrimônio cultural e ambiental recuperado novamente, pois o mesmo serve de cartão postal para a cidade por estar localizado na sua entrada principal.  Também há necessidade de se produzir uma base de informações técnicas georreferenciadas através do diagnóstico e cadastramento em loco das principais voçorocas relacionadas com estradas rurais do território da bacia, de modo que estas informações fornecerão condições para a intermediação do conflito socioambiental envolvendo os seguintes atores: proprietários das voçorocas, prefeituras municipais, vereadores, promotoria pública, ambientalistas, estudantes, universitários, professores e lideranças comunitárias. Num total de 8.000 beneficiários diretos e 350.000 indiretos, que representa toda a população da bacia do Alto Rio Grande. Ao mesmo tempo haverá um incentivo e mobilização para ações de controle e estabilização das 300 voçorocas a serem cadastradas, ampliando as áreas recuperadas na bacia.

          1.2 Projeto

Assessoria técnica para controle do processo de voçorocamento para moradores e produtores rurais.

 

Justificativa

Cientes do grande número de voçorocas em contínuo processo erosivo em nossa cidade, especialmente na zona rural, faz-se necessário a implantação de assessoria técnica para o controle do processo de voçorocamento.  Os moradores e produtores rurais necessitam de uma orientação fundamentada nas técnicas de controle de voçorocas para que essas áreas não sejam perdidas, nem remediadas erroneamente. As perdas são, além de caráter econômico, sociais e ambientais.

 

Objetivos

  • Instruir os moradores e produtores rurais a implantarem as técnicas primárias e essenciais ao controle de erosão, como o cercamento da área e o desvio da água da chuva.
  • Orientá-los a não praticarem queimadas e desmatamento na área, além de não permitirem a entrada de gado.
  • Planejar o plantio de gramíneas e leguminosas na área já cercada e drenada, e posterior plantio de espécies de médio porte.
  • Levantamento e cadastro das voçorocas existentes e posteriormente assistidas.

 

 Público-alvo

Moradores e produtores rurais do município de Nazareno/MG.

 

Recursos necessários

Material: Veículo, combustível, sementes, mudas, arame, mourão, enxada e pá; computador, impressora, tonner, papel e caneta.
Pessoal: Gestor Ambiental e um assistente.

 

Metodologia

Trabalho de campo na área rural do município de Nazareno, visando o cadastro das voçorocas, em destaque sua localização e grau de erosão.  (Ficha de cadastro)
Posteriormente ao cadastro, diagnóstico e medidas a serem adotadas.
Classificação das voçorocas quanto ao grau de erosão.
Agendamento de assistência técnica à propriedade.
Orientação e execução das medidas primárias de controle de erosão.

 

Resultados esperados

Conscientização e capacitação dos moradores e produtores rurais do município de Nazareno, quanto ao controle primário do processo erosivo nas voçorocas.

Cronograma

1° BIMESTRE DE 2014 2° E 3° BIMESTRE DE 2014 4° E 5° BIMESTRE DE 2014 6° BIMESTRE DE 2014
Cadastramento das voçorocas na área rural Orientação e execução das medidas de controle de erosão Orientação e execução das medidas de controle de erosão Levantamento das propriedades assistidas e continuidade para 2015

 
 2.  Gerenciamento dos Parques Naturais Municipais das Voçorocas do Lar dos Idosos e do Córrego do Cravo;

  •  Manutenção da recuperação ambiental: Plantio de sementes de gramíneas e leguminosas em áreas críticas, deflagradas pela queimada, manutenção do sistema de aceiros, na voçoroca do córrego do cravo em Nazareno.

 

3.  Atividades de educação ambiental com a comunidade de Nazareno

          3.1 Semana do Meio Ambiente 2013

Realizada na sede do CRIDES, entre dos dias 03, 04, 05, 06 e 07 de junho de 2013, com a participação dos alunos da Escola Municipal Dr. Walfrido Silvino dos Mares Guia da cidade de Nazareno.

Palestras sobre lixo e coleta seletiva, erosão e uso do solo e conscientização ambiental, realizadas pela estagiária Joyce Jennifer de Andrade, graduanda em Geografia pela UFSJ.

          3.2 Dia da árvore

Distribuição de sementes de crotalária nas escolas municipais e na escola estadual em Nazareno.

Com a ajuda dos estagiários: Carlos Henrique de Jesus Chaves, Graciele Luisa Pereira e Natyele Alves da Silva estudantes do curso Técnico em Meio Ambiente do IFMG São João Del Rei e do CETEC Lavras, respectivamente.

          3.3. Recebimento de estudantes e profissionais de outros municípios para visita ao complexo educativo do Maria de Barro

  • 45 alunos do curso de Geografia da Universidade Federal de Alfenas visitaram o CRIDES e participaram de uma palestra sobre estabilização de voçorocas ministrada pelo presidente do CRIDES, Vinícius Martins Ferreira, e posteriormente visita técnica à voçoroca do córrego do cravo acompanhados pela estagiária Joyce Jennifer de Andrade, graduanda em Geografia pela UFSJ.
  • 6 alunas do curso de Biologia da Universidade Federal de São João Del Rei visitaram o viveiro do CRIDES e fizeram uma visita técnica à voçoroca do córrego do cravo acompanhadas pela estagiária Joyce Jennifer de Andrade, graduanda em Geografia pela UFSJ.
  • Os pesquisadores da  Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, estão realizando dois projetos de Mestrado do Departamento de Geotecnia, da EESC/USP, aqui em Nazareno na Voçoroca do Córrego do Cravo. Estiveram na cidade durante a semana do dia 15/07 à 20/07/13.

Fazem parte o Prof. Osni Pejon e a Prof. Valéria Guimarães Silvestre Rodrigues como orientadores e Maria Paula Pires de Oliveira e Lígia de Freitas Sampato  como orientandas; e o Prof. Joel do Instituto de Geociências, da USP.

O objetivo da pesquisa é analisar o processo evolutivo pedológico/geomorfológico da voçoroca e estudar os processos e procedimentos de recuperação da mesma.

Contatos:
Maria Paula Pires de Oliveiramapaula.oliveira@gmail.com
Osni José Pejonpejon@sc.usp.br
Ligia de Freitas Sampaioligiaciavatta@gmail.com
Valéria Guimarães Silvestre Rodriguesvalguima@usp.br
Joel Barbujiani Sígolojbsigolo@usp.br

  • A engenheira agrônoma Carmem Lucas Vieira doutoranda em planejamento ambiental pelo departamento de Geografia da UFRJ, veio conhecer o CRIDES e a voçoroca do córrego do cravo e fim de planejar o encontro nacional de voçorocas, previsto para agosto de 2014.

          3.4. Realização de estágios profissionais

  • Estagiários no Maria de Barro: entre os meses de setembro a novembro de 2013, o CRIDES recebeu 02 estagiários dos cursos de controle ambiental, do Instituto Federal do sudeste de Minas Gerais de São João Del Rei e 01 estagiária do Centro Tecnológico de Lavras. No total, foram recebidos 03 estudantes. Eles realizaram atividade no viveiro do CRIDES, como: preparo do substrato, semeadura, plantio em saquinho e beneficiamento de sementes. Também realizaram mapeamento de voçoroca através do programa Track Maker, e atividades de educação ambiental no dia da árvore.
Estagiário Curso Instituição Período
Carlos Henrique de Jesus Chaves Controle Ambiental IFMG 10 de setembro a 10 de novembro
Graciele Luisa Pereira Controle Ambiental IFMG 10 de setembro a 10 de novembro
Natyele Alves da Silva Técnico em Meio Ambiente CETEC 10 de setembro a 10 de novembro

          3.5. Atividades Cotidianas que estão acontecendo:

  • Sala Verde: biblioteca socioambiental e telecentro comunitário (em implantação): pareceria com a diretoria de educação ambiental do Ministério do Meio Ambiente.
  • Produção de mudas florestais nativas no viveiro do CRIDES
  • Biblioteca municipal de Nazareno.
  • Mapeamento dos municípios da bacia hidrográfica do Alto Rio Grande pelo programa Track Maker a fim de localizar e cadastrar voçorocas.
  • Cadastramento de agricultores com problemas de voçorocas
  • Recebimento de visitas ao prédio do CRIDES e à voçoroca do córrego do cravo.
  • Palestras sobre conscientização ambiental.
  • Utilização do espaço do CRIDES para eventos ligados à comunidade e quanto à necessidade da população.

 

Divulgação

  • Dificuldades técnicas com o site do projeto Maria de Barro.
  • Divulgação nas universidades federais de São João Del Rei, Lavras e Alfenas, através de visitas e trabalhos.

 

Palestras e cursos

  • Palestras com as turmas iniciais da escola municipal de Nazareno.
  • Palestras com os visitantes.
  • Realização da I Mostra de Artesanato de Nazareno, organizada pela Secretaria de Cultura do município com o apoio do CRIDES. Utilização do espaço.
  • Curso de flores artesanais e aplique, organizado pela Secretaria de Cultura de Nazareno com o apoio do CRIDES. Utilização do espaço.
  • Curso de caixas artesanais, organizado pela Secretaria de Cultura de Nazareno com o apoio do CRIDES. Utilização do espaço.
  • Projeto Mais Educação, organizado pela Secretaria de Educação de Nazareno, com o apoio do CRIDES. Utilização do espaço para aulas de dança, de capoeira e mídias.
  •  Utilização do espaço do CRIDES para reuniões mensais do Conselho Municipal de Segurança Pública de Nazareno.
  •  Utilização de uma sala do CRIDES para o funcionamento da biblioteca municipal.

 

 6. Parcerias em vigência

  • Apoio técnico na elaboração dos seguintes Projetos de Estabilização de Voçorocas para captação de recursos: Cruzília (MG), Santa Cruz de Minas (MG) e Nazareno (MG).
  •  Apoio técnico a agricultores: Nazareno.

 

Nazareno, 10 de fereveiro de 2014

 Vinicius Martins Ferreira

Secretário Executivo

CRIDES

 

______________________________________________________________________________________________________________________________________________

RELATÓRIO ATIVIDADES 2012

1. Convênios e Projetos em Execução
  1.1 Convênio com a Universidade Federal de Alfenas.
           1.2 Projeto Voçorocas de Minas.

2. Cadastramento de voçorocas por meio do questionário e visualização no programa TrackMaker.

QUESTIONÁRIO PARA CADASTRAMENTO DE VOÇOROCAS

 Preencher cadastro voçorocas

DADOS GERAIS – VOÇOROCAS
LOCALIZAÇÃO NO MAPA DO MUNICÍPIO (Localizar no Google Earth)
Nome da Fazenda:_________________________________________________ Localidade::_______________________________________________________ Município:________________________________________________________ Proprietário(s):_____________________________________________________ Responsável (is) pelo cadastramento:__________________________________ Data:____________________________

MEDIÇÕES (APROXIMADAS)
Nome da Voçoroca:______________________________________
Área:________________________________________
Profundidade: ( ) Ravina: Até 2m ( ) Raso: 2 – 5m. ( ) Profunda: 5-10m. ( ) Muito Profunda: + 10m.

HISTÓRICOS
Quantas voçorocas existem na propriedade?______
. Há quanto tempo elas existem? ( ) menos de 5 anos ( ) entre 5 e 10 anos ( ) entre 10 e 20 anos ( ) entre 20 e 30 anos
( ) entre 30 e 50 anos ( ) entre 50 e 100 anos ( ) mais de 100 anos ( ) não sei
. Qual a(s) provável (is) origem(s) delas? ( ) estradas antigas ( ) valos ( ) construção de estradas novas ( ) enxurrada. Proveniente de onde?___________________________________________ ( ) mineração. Citar: ________________________ ( ) pastagem degradada ( ) terraços, curvas de nível ou bacias que estouraram. ( ) preparo do solo inadequado. ( ) outros. Citar_______________________
. O que está favorecendo o aumento da voçoroca atualmente ? ( ) Enxurrada. Proveniente de onde? ____________________________________ ( ) Lixo ( ) Queimadas ( ) Gado ( ) Desmatamento ( ) Outros. Citar______________
.Quais os locais de depósito de terra proveniente da voçoroca? ( )Córrego ( ) Nascente ( ) Pastagem ( ) Lavoura ( ) Estrada ( ) Fundo da voçoroca ( ) Outros. Citar_________
Há casos de acidentes? ( ) pessoas ( ) animais ( ) equipamentos e implementos ( ) Outros. Citar_______________________
O que a voçoroca prejudica? ( ) Perda de área agrícola ( ) Desvalorização do terreno ( ) Estética ( ) Diminuição da quantidade e da qualidade da água ( ) Mudanças no curso de estradas ( ) Preocupação com riscos e prejuízos para pessoas, animais ou equipamentos. ( ) Risco para construções ( ) Outros. Citar_____________________________________

DIAGNÓSTICOS VISUAIS
. Presença de Água na Voçoroca: ( )Sim ( ) Não ( ) Apenas em algumas partes do ano
. Nível de Crescimento: ( ) Ativa: Mais de 3 Locais Ativos. (Crescendo Muito) ( ) Parcialmente Ativa: 1-3 Locais Ativos(Crescendo Em Partes). ( ) Estabilização Média:Solo Exposto mas sem atividade (Crescendo Pouco) ( ) Parcialmente Estabilizada: Presença de poucas Áreas de solo exposto. ( ) Estabilizada: Sem Presença de solo exposto e com vegetação bem estabelecida
. Velocidade de progressão: ( ). Lenta: Não perceptível; ( ) Média: perceptível em 5 anos; ( ) Rápida: Perceptível anualmente; ( )Abrupta: Evolução rápida devido a eventos externos
.Qual o local de origem e sentido de crescimento da voçoroca. ( ) Nasceu na parte de baixo da encosta e cresce para cima ( ) Da parte média da encosta para cima ( ) Da parte média da encosta e cresce para baixo. ( ) Da parte alta da encosta para baixo
. Posição da voçoroca no morro: ( ) Na parte de cima. ( ) No meio. ( ) Na parte de baixo. . Presença de Animais na Voçoroca. Quais?_________________________________________
. Aconteceu algum deslizamento de terra na propriedade que não seja em uma voçoroca? ( )sim ( ) não . . Onde? ( )campo, ( )pastagem nativa, ( ) pastagem plantada, ( )mata, ( )cerrado, ( )lavoura, ( ) curso d´água ( ) outros ___________________________
. Há presença de erosão em sulcos? ( )sim ( ) não ( ) não sei. Qual a quantidade?____________ . Há presença de erosão laminar (solo pelado que não nasce mato no meio da cultura)? ( )sim ( ) não ( ) não sei
. Como eram utilizadas as áreas antes do estabelecimento das erosões em sulco e laminar? ( )campo, ( )pastagem nativa, ( ) pastagem plantada, ( )mata, ( )cerrado, ( )lavoura, ( ) outros ___________________________
. No entorno da voçoroca, há presença ou indícios de: ( ) gado ( ) estrada ( ) queimadas ( ) arações ( ) plantios agrícolas ( ) lixo no interior da voçoroca ( ) valos ( ) mineração ( ) embalagem de agrotóxico ( ) entulho de construção ( ) ossos e animais mortos (vacas e cavalos)

VEGETAÇÃO:
. Tipo de vegetação no entorno da voçoroca: ( ) Mata ( ) Cerrado ( ) Pastagem nativa ( ) Pastagem plantada ( ) Lavoura ( ) outros. Citar__________________________________
. Tipo de vegetação no interior da voçoroca: ( )rasteira ( ) arbustiva ( ) árvores de pequeno porte ( ) presença de árvores de grande porte ( ) sem vegetação

PRÁTICAS DE CONTROLE
.Quais as práticas já realizadas para o controle da voçoroca? ( ) controle de água; ( ) cercamento; ( ) proteção contra fogo; ( ) plantios; ( ) paliçadas ou barreiras; ( ) Retaludamento – quebra de barranco; ( ) deixar de fazer queimada; ( ) outros_________________.
. Quem fez?_______________________________________________________
. Resultados das práticas de controle da voçoroca: ( ) Positivos ( ) Parciais ( ) Não fez efeito ( ) Positivos mas precisa de manutenção ( ) Negativos – piorou a estabilização da voçoroca
. A voçoroca tem algum uso? ( ) Madeira; ( ) Lenha; ( ) Alimentação Humana; ( ) Alimentação animal; ( ) Captação de água; ( ) Barragens e represas; ( ) Retirada de solo; ( ) Plantas medicinais; ( ) Nenhum; ( ) a voçoroca é reserva legal da propriedade.( ) outros. Citar_____________________________.
. Quando foi a última vez que passou fogo na voçoroca? ( ) menos de 1 ano ( ) entre 1 e 2 anos ( ) entre 2 e 5 anos ( ) entre 5 e 10 anos ( ) Mais de 10 anos ( ) não sabe.

 Preencher cadastro voçorocas

3. Projeto Cursos Socioambientais.
Curso teste de Agroecologia aos sábados quinzenalmente

Conteúdo:

  • Conceito e bases epistemológicas;
  • Agricultura convencional: contradições e externalidades de uma crise em evolução;
  • A transição agroecológica no contexto da sustentabilidade;
  • A perspectiva sociológica da agroecologia; sistemas agroflorestais;
  • Importância dos SAF’s na recuperação de áreas degradadas.

 

Metodologia:

  • Apresentação de trabalhos realizados na área, trabalho em grupo sobre transição agroecológica em alguma propriedade da região, aplicação de avaliação qualitativa, entrega de certificados, dinâmica de encerramento e confraternização.

Preocupados com a questão da democratização da cultura, dentro do quadro geral da democratização fundamental, tínhamos necessariamente de dar atenção especial aos déficits quantitativos e qualitativos de nossa educação. Estes déficits, realmente alarmantes, constituem óbices ao desenvolvimento do país e à criação de uma mentalidade democrática. São termos contraditórios ao ímpeto de sua emancipação (PAULO FREIRE, 1967). Acreditando nessa democratização, propomos como base do curso a permuta de saberes entre os participantes, e não somente uma educação mecânica baseada na atual forma de capacitação da população. Também preocupados com a conscientização ambiental da comunidade do Alto Rio Grande, esse curso terá como tema central a Educação Ambiental.

 

4. Atividades socioambientais realizadas

          4.1Circuito Tela Verde de 13/03/2012 à 16/03/2012
Exibição de filmes educativos sobre educação ambiental aos alunos da Escola Municipal Dr. Walfrido Silvino dos Mares Guia, seguidos de debate.

Filmes exibidos:

  • Gente Grande
  • Não destrua a natureza
  • Preservar
  • A carta da terra
  • Aquecimento Global
  • Bafo quente
  • Consciencia Socioambiental

 

           4.2 Visita da turma do curso de Ciencias Biologicas da UFSJ em 17/04/2012
Roteiro:

  • Apresentação do Projeto Maria de Barro e sua estrutura.
  • Visita à Voçoroca do Córrego do cravo.
  • Visita ao viveiro de mudas.

 

          4.3 Visita da turma do curso de geografia da UNIFAL em 09/05/2012
Roteiro:

  • Palestra sobre o Projeto Maria de Barro e estabilização de voçorocas.
  • Visita à voçoroca do córrego do cravo e viveiro de mudas.

 

          4.4  Seminários do Projeto águas do alto rio grande de 11/05/2012 à 26/05/2012
1° seminário em São João Del Rei 11/05/2012

 

Palestras:

  • Resultado do Cadastramento de Usuários das Águas da Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande.
  • Sistema de Informações de Usuários das Águas. – Rogério Martins Ferreira Engenheiro Agrônomo.
  • Mapa de Voçorocas da Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande. – Vinícius Martins Ferreira – Engenheiro Agrônomo.

 

Oficinas de Trabalho

  • Ferramentas de cadastro do Sistema de Informações de Usuários das Águas.
  • Cadastro de Voçorocas – Joyce Jennifer de Andrade Graduanda em Geografia pela UFSJ.

 

          4.5   seminário em Andrelandia 22/05/2012
Palestras:

  • Resultado do Cadastramento de Usuários das Águas da Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande. Larissa Martins Ferreira – Administradora.
  • Mapa de Voçorocas da Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande. – Vinícius Martins Ferreira Engenheiro Agrônomo.

 

Oficina de Trabalho

  • Cadastro de Voçorocas de Andrelândia. Joyce Jennifer de Andrade Graduanda em Geografia pela UFSJ.

 

          4.6  seminário em Nazareno 26/05/2012
Palestras:

  • Resultado do Cadastramento de Usuários das Águas da Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande. Rogério Martins Ferreira Engenheiro Agrônomo.
  • Mapa de Voçorocas da Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande. Vinícius Martins Ferreira Engenheiro Agrônomo.
  • Lançamento do Projeto “Voçorocas e Nascentes de Nazareno” financiado pelo FHIDRO.

 

Oficina de Trabalho

  • Cadastro de Voçorocas. Joyce Jennifer de Andrade Graduanda em Geografia pela UFSJ.

 

Lançamento do Livro: “Maria de Barro Tecendo a Rede Voçorocas”
Obs: Haverá distribuição gratuita do livro para os ex-funcionários dos Projetos Maria de Barro e Tecendo a Rede Voçorocas que estiverem presentes.
Inauguração do Auditório do CRIDES: “Padre José Casimiro da Silva”.
Com o objetivo de promover a democratização e acessibilidade das informações e tecnologias desenvolvidas com a execução do Projeto Águas do Alto Rio Grande, os seminários do Projeto Águas do Alto Rio Grande visam o fortalecimento da rede de informações de recursos hídricos.

 

          4.7 Fórum do Projeto águas do alto rio grande em São João Del Rei em 31/05/2012
Com o objetivo de promover a integração dos trabalhos desenvolvidos nas regiões de atuação do Projeto Águas do Alto Rio Grande; validação das tecnologias e metodologias desenvolvidas no cadastramento de usuários; fortalecimento da Rede das Águas do Alto Rio Grande; lançamento dos produtos do Projeto Águas do Alto Rio Grande: livro, cartilha e site foi realizado o I Fórum do Projeto Águas do Alto Rio Grande.
Como resultados do primeiro Fórum podem-se destacar a estruturação do Fórum virtual Águas do Alto Rio Grande, aproximação com a rede brasileira dos Centros de Referência em Recuperação de Áreas Degradadas, grande participação da comunidade e de grupos ambientalistas. Traçou as diretrizes para a continuidade das ações do Projeto Águas do Alto Rio Grande.

Com a participação de alunos dos cursos de Geografia, Ciências Biológicas e Arquitetura da UFSJ, representante do IEF Leonardo Diniz Reis Silva. e do Engº Florestal, pesquisador do Instituto Internacional de Mudanças Climáticas Globais e Desenvolvimento Sustentável/COPPE/UFRJ Luiz Carlos Sérvulo de Aquino.

          4.8 Dia do Meio Ambiente 05/06/2012
Palestra na Escola Municipal Dr. Walfrido Silvino dos Mares Guia com os alunos da Educação Infantil. Com exibição de filmes educativos.

          4.9 Palestra sobre erosão em 20/06/2012
Apresentada aos alunos do 6° ano da Escola Estadual Professor Basílio Magalhães.

         4.10Visita ao projeto Maria de barro e à voçoroca do córrego do cravo em 27 e 28/06/2012
Apresentação do projeto Maria de barro e visita à voçoroca do córrego do cravo aos alunos do 6° e 7° ano da Fundação Bradesco de São João Del Rei.

          4.11Visita técnica à voçoroca do córrego do cravo em 30/06/2012
Os alunos do curso de Gestão Ambiental da UNOPAR e os alunos do curso de Técnico de Mineração da UNITEN participaram da visita técnica à voçoroca do córrego do cravo.

5. Realização de estágios profissionais

  • Estagiários no Maria de Barro: durante o mês de novembro de 2012, o CRIDES recebeu 08 estagiários dos cursos de Geografia da Universidade Federal de Alfenas, 02 estagiários de Técnico em Mineração, da UNITEN. No total, foram recebidos 10 estudantes. Foram realizadas as seguintes atividades para a comunidade: Palestra sobre educação ambiental para os alunos do CEBEM Centro Educacional do Bem Estar do Menor.
Estagiário Curso Instituição Período
Amanda Alvisi Costa Geografia UNIFAL¹ 5 de novembro a 26 de novembro
Thaís Aparecida Silva Geografia UNIFAL¹ 5 de novembro a 26 de novembro
Felipe de Paiva Brunieri Geografia UNIFAL 5 de novembro a 26 de novembro
Jéssica de Souza Paulino Geografia UNIFAL 5 de novembro a 26 de novembro
Lucas Emanuel Servidoni Geografia UNIFAL 19 de novembro a 23 de novembro
Fábio Gil Machado Geografia UNIFAL 5 de novembro a 26 de novembro
Lennon Mazzeu de Oliveira Geografia UNIFAL 5 de novembro a 26 de novembro
Josiane de Fátima Lourenço Geografia UNIFAL 5 de novembro a 26 de novembro
Pablo Rogério Moreti Técnico em Mineração UNITEN² 5 de novembro a 19 de novembro
Danielson Técnico em Mineração UNITEN 5 de novembro a 19 de novembro

¹ Universidade Federal de Alfenas
² Unidade Integrada de Ensino Técnico

6. Atividades Cotidianas que estão acontecendo:

  • Sala Verde: biblioteca socioambiental e telecentro comunitário (em implantação): pareceria com a diretoria de educação ambiental do Ministério do Meio Ambiente.
  • Produção de mudas florestais nativas no viveiro do CRIDES.
  • Biblioteca municipal de Nazareno.
  • Atendimento e cadastramento de agricultores com problemas de voçorocas

 

7. Divulgação
Fórum do Projeto Águas do Alto Rio Grande na TV Integração
Assista a matéria da TV Integração sobre o Fórum do Projeto Águas do Alto Rio Grande que aconteceu dia 31 de maio de 2012 no Anfiteatro do Campus Dom Bosco da Universidade Federal de São João Del Rei em São João Del Rei-MG.
http://megaminas.globo.com/video/2012/06/01/crescimento-das-vocorocas-em-sao-joao-del-rei-preocupa- ambientalistas-1

  • Novo Facebook: Maria de Barro com mais de 400 seguidores
  • Atualização do sítio eletrônico do Projeto Maria de Barro: www.projetomariadebarro.org.br

 

8. Palestras, Cursos e Intercâmbios
O Projeto Maria de Barro esteve presente na Semana do Meio Ambiente em São Tiago – MG no dia 28 de junho de 2012.
Palestra sobre Voçorocas e Erosão ministrada pelo Coordenador do Projeto Maria de Barro, Vinícius Martins Ferreira.
O Projeto Maria de Barro esteve presente na III Semana Sulmineira de Meio Ambiente
O presidente do Instituto Voçorocas, Vinícius Martins Ferreira ministrou a Palestra: Recuperação de voçorocas e o minicurso Recuperação e controle de erosão na III Semana Sulmineira de Meio Ambiente em Baependi-MG no dia 15/08/2012.
Lançamento do livro ” Águas do Alto Rio Grande”.

 

9. Parcerias em vigência
Prefeitura Municipal de Nazareno, Ibertioga, Ritápolis e Prados.

10. Produção Científica

Lançamento do Livro Águas do Alto Rio Grande Cartilha Águas do Alto Rio Grande Lançamento do Livro Maria de Barro tecendo a Rede Voçorocas

Nazareno, 21 de dezembro de 2012
Vinicius Martins Ferreira
Secretário Executivo
CRIDES

______________________________________________________________________________________________________________________________________________

RELATÓRIO ATIVIDADES 2011

1. Convênios e Projetos em Execução

          1.1 Projeto de Estruturação da Secretaria Executiva do Comitê da Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande

Convênio: Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais com o CRIDES  Nº 1371010402710

Valor: R$143.870

Período de execução: Maio 2010 a Dezembro 2011

Objetivos: Estruturação Física e Operacional do Comitê de Bacia contemplando as despesas com diárias de viagem, aluguel, luz, água, telefone, internet, materiais de escritório e demais despesas de manutenção das atividades do comitê, além da manutenção de corpo técnico e administrativo, bem como a contratação dos demais serviços necessários.

Dentre os objetivos específicos do Convênio encontram-se:

  • A criação e produção de material informativo e educativo visando a divulgação do Comitê na bacia;
  • Realização de eventos visando a capacitação dos conselheiros e outros atores da bacia em temática relacionada à gestão de recursos hídricos;
  • A inserção e atualização de informações obtidas por meio deste Convênio no Portal dos Comitês (link do site do IGAM);
  • Realização das reuniões ordinárias e extraordinárias do CBH-GD1 com pautas produtivas e com a participação efetiva dos conselheiros;
  • A contratação de corpo técnico/administrativo que venha prestar assessoria às atividades do CBH-GD1

Situação atual: concluído.

          1.2  Projeto Promotoria de Meio Ambiente da Bacia do Rio Grande

Convênio: n°146/2010 celebrado entre o Ministério Público do Estado de Minas Gerais, por intermédio da Procuradoria-Geral de Justiça, com interveniência da Central de Apoio Técnico e do Fundo Especial do Ministério Público do Estado de Minas Gerais e o Centro Regional Integrado de Desenvolvimento Sustentável (CRIDES).

Valor: R$10.000,00

Período de execução: Dezembro 2010 a Dezembro 2012

Objetivos: Intercâmbio técnico e científico e a promoção de ações para prevenir, coibir, repreender e apurar a materialidade e a autoria de toda e qualquer conduta efetiva ou potencialmente degradadora dos direitos e interesses difusos e coletivos tutelados pelo Ministério Público, especialmente o meio ambiente.

Situação atual: em andamento.

Resultados: Parceria com o Ministério Público de Minas Gerais consolidada.

Elaboração do Projeto Solo Legal.

 

2. Parceria em Projetos em Execução

          2.1 Projeto Águas do Alto Rio Grande

Convênio: Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais com o Instituto Voçorocas. Convênio n°1371.01.04.115.08

Valor: R$387.530,00

Período de execução: Janeiro 2010 a Julho 2012

Objetivos: Promover a consolidação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande, fortalecendo o processo de mobilização social através do cadastramento participativo de usuários das águas, da implantação de um sistema de informações geográficas e da ampliação de uma rede de informações sócioambientais, como instrumentos do processo de construção do desenvolvimento sustentável regional no contexto da política estadual de recursos hídricos.

Situação atual: em fase final

Produtos: Cadastramento de 1.500 usuários de recursos hídricos na bacia; Realização de diagnósticos socioambientais de conflitos potenciais de usos do solo e da água; Elaboração do mapa de voçorocas na bacia (em anexo). Disponibilização de informações primárias para a elaboração do Plano Diretor de Recursos Hídricos que está sendo executado e também para atuação do Ministério Público de Minas Gerais.

 

 3. Elaboração de Projetos Socioambientais

           3.1 Projeto Integrando Conservação e Recuperação Ambiental de Nascentes e Voçorocas nos Afluentes do Alto Rio Grande

Captação de recursos não reembolsáveis do FHIDRO (Fundo Estadual de Recuperação dos Recursos Hídricos) no edital 2010 em parceria financeira com a Prefeitura Municipal de Nazareno. O Projeto foi aprovado pelo grupo coordenador do FHIDRO em 01/11/2011. Atualmente está em fase de elaboração do convênio para repasse dos recursos.

Duração: 24 meses.

Valor: R$494.663,64 .

Apresenta os seguintes objetivos: .

  • Recuperação ambiental da voçoroca que era o antigo “lixão” de Nazareno;
  • Controle e estabilização de mais 03 voçorocas com nascentes situadas nas margens de estradas rurais ou em áreas próximas de conglomerados populacionais no município de Nazareno;
  • Assistência técnica ambiental a 20 produtores rurais proprietários de voçorocas;
  • Realização de cursos de capacitação técnica em recuperação ambiental para produtores rurais, funcionários da prefeitura e comunidade;
  • Realização de atividades de educação ambiental;
  • Realização de atividades de divulgação e difusão das tecnologias sociais a serem adotadas.

          3.2: Projeto Voçorocas das Vertentes

Captação de recursos não reembolsáveis do FHIDRO (Fundo Estadual de Recuperação dos Recursos Hídricos) no edital 2011 em parceria financeira com a Prefeitura Municipal de Coronel Xavier Chaves. O Projeto está em anélise.

Duração: 24 meses.

Valor: R$576.557,00

Apresenta os seguintes objetivos:

Promover o controle e estabilização de voçorocas sob o impacto de estradas vicinais utilizando-se tecnologias socioambientais, de modo a promover a sensibilização, mobilização, capacitação de comunidades atingidas pelas voçorocas, diagnosticando a situação de degradação na Bacia Hidrográfica dos Rios das Mortes e Jacaré e compartilhando as tecnologias adotadas.

 

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

  • Realizar o controle e estabilização de 02 voçorocas relacionadas com estradas rurais vicinais em uma área total 05 hectares;
  • Promover atividades de Educação Ambiental, capacitação profissional e assistência técnica ambiental nos 42 municípios integrantes da bacia num total de 5220 pessoas participantes em 916 horas;
  • Realizar o diagnóstico e cadastramento de 1.500 voçorocas impactadas pelas estradas vicinais na Bacia Hidrográfica dos Rios das Mortes e Jacaré;
  • Promover a divulgação e difusão de Tecnologias Sociais implantadas através da realização de 10 seminários regionais, produção de 06 informativos impressos, 01 livro relatório e 01 home page;
  • Promover a gestão participativa do projeto.

 

4. Atividades socioambientais realizadas

          4.1 Gerenciamento dos Parques Naturais Municipais das Voçorocas do Lar dos Idosos e do Córrego do Cravo;

  • Implantação de placas de identificação das Unidades de Conservação.
  • Implantação de porteira de entrada na Voçoroca do Córrego do Cravo.
  • Instalação de guarda-corpos para as trilhas educativas no interior da Voçoroca do Córrego do Cravo.
  • Controle de incêndio florestal em julho de 2011.
  • Adequação da metodologia de educação ambiental para recepção de visitantes na Voçoroca do Córrego do Cravo associada com palestra educativa no CRIDES.
  • Manutenção da recuperação ambiental: Plantio de sementes de gramíneas e leguminosas em áreas críticas, manutenção do sistema de drenagem, adubação. Realizado no período chuvoso de 2010 e 2011.

          4.2 Atividades de educação ambiental com a comunidade de Nazareno

  • Semana do Meio Ambiente 2011

Em parceria com a EMATER/MG e Secretaria Municipal de Saúde Nazareno foram realizadas palestras sobre o tema “Lixo e coleta seletiva” para estudantes da Escola Estadual Professor Basílio de Magalhães e da Escola Municipal Doutor Walfrido Silvino dos Mares Guia, desde a educação infantil até o ensino médio. Também foi realizada visita à Usina Municipal de Compostagem e Triagem de Resíduos Sólidos com uma turma e distribuídos panfletos informativos sobre a coleta seletiva de lixo e sobre a reciclagem de óleo de cozinha para produção de sabão caseiro, visando a ampliação e participação da população na coleta seletiva realizada pela prefeitura.

  • Vivência de Percussão e Expressão Corporal.

Realizada em 29/04/2011 com participação de Helena Gomes de São Paulo.

          4.3. Recebimento de estudantes e profissionais de outros municípios para visita ao complexo educativo do Maria de Barro

  • 30 acadêmicos de engenharia florestal, de diversas instituições do Brasil, vieram ao CRIDES em 3 de agosto de 2010, como parte de um minicurso do Congresso Brasileiro dos Estudantes de Engenharia Florestal (CBEEF), que estava sendo realizado em Lavras/MG.
  •  20 estudantes de agronomia da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES), campus Janaúba, em 28 de novembro de 2010, em consequência do Encontro de Centros de Referências em Recuperação de Áreas Degradadas (CRADs) organizado pelo Ministério do Meio Ambiente em Paracatu, MG, em outubro de 2010.
  •  25 estudantes do Instituto Federal de Minas Gerais – Barbacena, em 15 de dezembro de 2010.
  • Escola Estadual Padre Crispiniano, do município de Ritápolis/MG: 44 estudantes do ensino médio em 13 de maio de 2011, acompanhados do professor Izaguir Dias e da diretora, Lana de Almeida Dias.
  • Dia 4 de junho de 2011, 65 estudantes dos cursos “Geografia e meio ambiente” e  “Tecnologia em gestão ambiental”, da Universidade Presidente Antônio Carlos – Campus I – Barbacena/MG, acompanhados do professor Bernardino Neves Jr.
  • Em 7 de junho de 2011, 34 visitantes de São Tiago estiveram no Projeto Maria de Barro na ocasião da comemoração da Semana do Meio Ambiente de São Tiago, organizada por Aparecida Sueli Santiago, do Instituto Estadual de Florestas (IEF) de São Tiago. Vieram alunos da Escola Municipal José Aldo dos Santos e das Escolas Estaduais Henrique Pereira Santiago e Afonso Pena Junior, acompanhados dos seguintes professores e supervisoras: Maria Francisca da Costa, Valéria de Fátima Vivas da Costa, Maria Luíza Lara Vivas, Norma Maria Morais Sousa Resende, Maria José Resende Silva Vivas, Diana Simone da Mata Silveira e João Henrique Pereira.
  • Em 27 de agosto, recebemos 35 estudantes da disciplina de educação ambiental, do curso técnico superior de Educação Ambiental do Instituto Federal do Sul de Minas Gerais, campus Oliveira, MG.
  • Em 23 de setembro de 2011, 18 estudantes da Universidade Federal de Itajubá da disciplina de Recuperação de áreas degradadas visitaram o Maria de Barro, acompanhados pelas professoras Luciana Botezelli e Maria Inês Alvarenga
  • Em 29 de setembro, recebemos 39 estudantes de 13 a 17 anos da Escola Estadual Pedro Domingues, município de Entre Rios de Minas/MG, acompanhados de duas professoras e da diretora da instituição.
  • Professores da República Democrática do Congo. Desde 2010 o Projeto Maria de Barro vem estreitando os laços com a República Democrática do Congo através do Projeto Vozes da África, coordenado pela Universidade Federal de Lavras, que promove a transferência de tecnologias agroecológicas para professores da Universidade Livre dos Países Grandes Lagos (ULPGL). Assim, recebemos em fevereiro de 2010 o reitor da universidade e em 10 de novembro de 2011 quinze professores que visitaram a nossa experiência com gestão e recuperação ambiental através participação comunitária. Na nossa home page www.projetomariadebarro.org.br tem uma matéria feita pela TV Globo e um vídeo sobre a visita dos professores.

          4.4. Realização de estágios profissionais

  • Estagiários no Maria de Barro: durante o mês de julho de 2011, o CRIDES recebeu  02 estagiários dos cursos de agronomia, da Universidade Estadual do Mato Grosso, 02 estagiárias de gestão ambiental, do Instituto Técnico Federal (IFMG Sul de Minas – Campus Incnfidentes) e da Universidade Norte do Paraná e 02 estudantes de engenharia florestal, da Universidade do Estado de Santa Catarina, sendo que uma delas ficou até o fim de outubro. No total, foram recebidos 06 estudantes. Foram realizadas as seguintes atividades para a comunidade: coleta de sementes, oficina sobre produção de tintas naturais, palestra sobre os biomas brasileiros e oficina de alimentos vegetarianos.

 

Estagiário Curso Instituição Período
Brunno Henrique Nunes Sousa da Silva Agronomia UNEMAT¹ 5 de julho a 22 de julho
Renato Silva Borges Agronomia UNEMAT¹ 5 de julho a 22 de julho
Joyce Jennifer de Andrade Gestão ambiental UNOPAR² A partir de julho (em andamento)
Paula de Castro Bogarim Gestão ambiental IFMG³ 11 de julho a 29 de julho
Renan Nogueira Engenharia florestal UDESC4 18 de julho a 12 de agosto
Paula Carolina Pereira Engenharia florestal UDESC4 18 de julho a 21 de outubro

¹ Universidade Estadual de Mato Grosso – Xavantina/MT
² Universidade Norte do Paraná – Lavras/MG
³ Instituto Federal do Sul de Minas Gerais – Campus Inconfidentes/MG
4 Universidade do Estado de Santa Catarina – Lages/SC

          4.5. Atividades Cotidianas que estão acontecendo:

  • Sala Verde: biblioteca socioambiental e telecentro comunitário (em implantação): pareceria com a diretoria de educação ambiental do Ministério do Meio Ambiente.
  • Produção de mudas florestais nativas no viveiro do CRIDES
  • Biblioteca municipal de Nazareno.
  • Yoga
  • Aulas de Dança de salão
  • Capoeira
  • Atendimento e cadastramento de agricultores com problemas de voçorocas
  • Escritório do CBH GD1
  • Participação como conselheiro titular dos Comitês de Bacias Hidrográficas do Alto Rio Grande (CBH GD1) e dos Rios das Mortes e Jacaré (CBH GD2).

 

Divulgação

  • A experiência com recuperação de voçorocas do Projeto Maria de Barro foi tema de um reportagem da EPTV (TV Globo Sul de Minas) em julho de 2011. O programa está disponível em http://eptv.globo.com/emc/VID,0,1,40425;4,vocoroca+em+nazareno.aspx.
  • A visita dos professores da República Democrática do Congo também foi tema de reportagem da EPTV em novembro de 2011. O programa está disponível em http://eptv.globo.com/noticias/NOT,4,281,379297,Professores+do+Congo+aprendem+tecnicas+agricolas+no+Sul+de+MG.aspx
  • Reportagem no portal ecodesenvolvimento
  • Facebook: Projeto Maria de Barro já conta com mais de 2000 seguidores
  • Capítulo no Livro de 21 anos do Fundo Nacional do Meio Ambiente
  • Matéria na Revista Vértice do CREA MG, previsão de lançamento em janeiro de 2012.
  • Matéria na Agenda Estudantil e Manual do Aluno 2012 do Colégio Santo Antônio, Belo Horizonte.
  • Portal UOL: Prêmio Empreendedor Social
  • Dificuldades técnicas na manutenção e atualização do sítio eletrônico do Projeto Maria de Barro: www.projetomariadebarro.org.br. Previsão de revisão: março de 2012.

 

 Palestras, Cursos e Intercâmbios

  • Feira de Santana, BA: Curso de Empreendedorismo Socioambiental. Maio 2011. Universidade Estadual de Feira de Santana.
  • Chapada Gaúcha, MG: Curso de Recuperação de Áreas Degradadas para comunidades no entorno do Parque Nacional Grande Sertão Veredas. Promovido pela WWF. Dias 21 e 22 de julho de 2011.
  • São João Del Rei, MG: Palestra no Fórum Desenvolvimento Rural promovido pela Empresa Estadual de Pesquisas Agropecuárias, EMPAMIG. 17/03/2011
  • Carmo da Cachoeira, MG: Palestra na Semana das Águas, organizada pelo grupo socioambiental em 24/03/2011.
  • Vitória, ES: Palestras para funcionários da Transpetro/ Petrobrás: 03 e 04/08/2011
  • Bom Jardim de Minas e Lima Duarte, MG: Ciclo de palestras e oficinas ambientais para funcionários da empresa Saint-Gobain Canalização Ltda e comunidades no entorno do Parque Estadual de Ibitipoca: Agosto a dezembro de 2011.
  • Índia: Janeiro e fevereiro de 2011. Visitas a diversos projetos socioambientais. Divulgação do Maria de Barro através de folders e contatos pessoais.
  • Equador: Participação no III Diplomado Latinoamericano Inter Institutos Sathya Sai de Educação em Valores Humanos. Divulgação do Maria de Barro através de palestra e distribuição de folders. 01 a 30 de junho de 2011.
  • Paraguai: Participação no Encontro Latinoamericano de lideranças Sai. Setembro de 2011.
  • EUA: Realização de pesquisa na Universidade do Estado do Texas em San Marcos sobre o  gerenciamento e monitoramento de recursos hídricos. Período: Setembro de 2011 a março de 2012.
  • África: Os irmãos Fontes passaram 3 semanas em tribos remotas de Moçambique difundindo algumas tecnologias ecológicas aplicadas no Maria de Barro. Julho de 2011.

 

7. Parcerias em vigência

  • Apoio técnico na elaboração dos seguintes Projetos de Estabilização de Voçorocas para captação de recursos: Cruzília (MG), Morro do Ferro (Oliveira, MG), São Tiago, Visconde de Mauá (Itatiaia, RJ), Santa Cruz de Minas (MG), Ritápolis (MG)
  •  Apoio técnico a agricultores: Nazareno, São João Del Rei, Bonsucesso, Ibituruna, Carrancas, Lavras, Carmo da Cachoeira, Ouro Preto, Queluzito, Entre Rios de Minas
  • Apoio técnico: Parque Estadual de Ibitipoca (IEF MG)

 

8. Produção Científica

  •  Foram publicados os seguintes artigos científicos:
  • Erosões, cobertura vegetal e estradas vicinais- diagnósticos ambientais do Projeto Tecendo a Rede Voçorocas. São João Del Rei-MG: Instituto Voçorocas, 2011. 53p. (Instituto Voçorocas- Diagnósticos Socioambientais da Bacia Alto Rio Grande- GD1, Número 1)
  •  Mapeamento de voçorocas na Bacia Hidrográfica do Alto Rio Grande. São João Del Rei-MG: Instituto Voçorocas, 2011. 51p. (Instituto Voçorocas- Diagnósticos Socioambientais da Bacia Alto Rio Grande- GD1, Número 2)
  •  Erosões na Ferrovia do Aço. São João Del Rei-MG: Instituto Voçorocas, 2011. 29p. (Instituto Voçorocas- Diagnósticos Socioambientais da Bacia Alto Rio Grande- GD1, Número 3)
  •  Levantamento da Área de Depleção do Reservatório da Usina Hidrelétrica de Camargos.  São João Del Rei-MG: Instituto Voçorocas, 2011. 17p. (Instituto Voçorocas- Diagnósticos Socioambientais da Bacia Alto Rio Grande- GD1, Número 4)

 

Nazareno, 15 de dezembro de 2011

 Vinicius Martins Ferreira

Secretário Executivo

CRIDES